Nas ruas de Panaji

Foi há um ano que me perdi nas ruas de Panaji (Goa). Trago vivas as memórias e a inspiração daquelas varandas de estilo bem português; daqueles vasos de plantas exóticas, ou até bem familiares, que pareciam ser regadas por toda a vizinhança; daquelas cores que outrora foram vibrantes mas que continuam belas; daquela selva urbana onde a humidade abafa os cheiros e os sons.